Perplexidade e Humanismo. Ceticismo e Humor: Lucidez em pessoa!

Oi pessoal. Eu estou testando esse espaço BLOGAL com alguns textos meus. Não existe planfletagem ou intenção de atacar nada nem ninguém. Quem me conhece sabe que sou um cara comum, simples mesmo e da paz, apesar da mente “ferver” com os grandes porquês.
Para terem uma idéia de minha pessoa, aqui vai…
Sou muito curioso, e gosto de quase tudo. Sou uma esponja louca de informações, quase um “geek” ou “nerd”, ou como dizem alguns, um CDF.
ADORO música (eu disse música, não funk, pagode ou evangélicas) e meio que travei nos anos 80. Adoro o Rock nacional e as românticas. Sou a pessoa mais eclética que conheço. Me considero um cinéfilo também, e A-D-O-R-O  STAR WARS, STAR TREK, MATRIX, ALIENS,  2001, MAD MAX, TERMINATOR, LORD OF THE RINGS, BEN-HUR, CHAPLIN, etc…
Leio de tudo, mas fico muito na Ficção-Científica. Amo de paixão os livros de Arthur Clarke, Carl Sagan e Isaac Asimov. Esta é a minha praia. Mas leio de tudo, dos clássicos ‘a Bíblia.
Amo a vida, as mulheres e a sacanagem. Por mim não existiria casamento monogâmico, e tudo seria uma grande orgia, sem nenhum sentimento de posse. Admitam, a vida seria uma grande festa. Adoro debater e conversar. Mas fico meio triste, pois as pessoas não ligam muito para “papo-cabeça”. O bom-humor é em tempo integral e acho que viemos ao mundo pelo menos para gozar e tentar ser feliz.
Em resumo, me definiria grosso modo um “Filósofo-Esponja / Bom-Sacana / Bon-Vivant / Contemplativo-Sensível / Pacifista-Humanista”.
             Amem-me ou Odeiem-me
Neste espaço, pretendo me esforçar para explanar a perplexidade e curiosidade infinita que sinto perante todo o cosmo. Todos já devem ter esboçado tal sentimento e sentido seu impacto pelo menos alguma vez na vida (acho), e devem entender o que quero dizer, mas em mim tal impacto ocupa todo o meu ser por todo o tempo! Na verdade tal impressão me assola, me invade, me atropela e até mesmo quase me consome. Não fosse eu um ser tranqüilo e razoável e não tivesse outras fixações (mulher, música, cinema, etc), realmente já teria sucumbido à insanidade ou a alienação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>